segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Todas as cores do amor

O Filme:
Todas as cores do amor (Goldfish Memory, Irlanda, 2003)

Grande questão:Quando o que está em jogo é o desejo, há aprendizado possível ou estamos todos condenados à repetição?

Detalhes preciosos:1. As sexualidades flutuantes das personagens;
2. As músicas de Tom Jobim cantadas com um sotaque prá lá de engraçado;
3. A beleza do poema criado por Tom (Sean Campion) para sua amada.

Frase:"Mas como se testa a memória de um peixe?"

Música:Cold Water - Damien Rice

Cena que adoro:Não há uma em especial, mas gosto muito da rede de relações que o filme vai tecendo ao longo da história. Clique aqui para ver.

Nenhum comentário: