sexta-feira, 17 de outubro de 2008

O Morro da Igrejinha

Do outro lado do Rio do Peixe, atravessando o “Poção” com a água pela cintura fica o “Morro da Igrejinha”. De qualquer ponto de Lagolândia, o olhar da gente 'tropeça' na pequena construção pintada de azul e branco que parece guardar a pequena vila sob o olhar atento dos anjos da época da Dica. Local de difícil acesso, o topo do morro é visitado em incursões anuais pelo cerrado para buscar caju e pequi, em rezas para pedir chuva e na Festa dos Anjos que, desde o ano passado, foi incluída no calendário de festejos da região.

A diversão já começa na travessia do rio e se prolonga pelo caminho salpicado de flores e frutos do cerrado com suas cores e sabores peculiares. De lá de cima, a vista incrível nos presenteia com pôr-do-sol alaranjado enquanto mastros são levantados e lanternas feitas com vela e papel-de-seda colorido tão o tom misterioso da noite de outubro.

Almondêgas se misturam a outros pratos numa janta servida para todos os presentes no topo do morro. Meninos tentam 'fazer' estrelas atirando pedras na fogueira em chamas. O caminho de volta, no escuro, faz recordar estórias de assombração da época de criança, reacendendo aquele sentimento bom que faz a gente querer subir de novo.

Ainda bem que no ano que vem tem mais!

Imagem: Wolney Fernandes

Nenhum comentário: