sábado, 10 de janeiro de 2009

para Francisco



Nascimento e morte compõem o ritmo natural da vida. No entanto, quando os dois acontecimentos se cruzam na vida de Cristiana Guerra ela decide criar um blog. O "Para Francisco" foi o jeito que a publicitária mineira encontrou para apresentar ao filho Francisco, o pai, que teve morte súbita dois meses antes do nascimento do bebê.

O blog fez tanto sucesso que virou livro. Tocante e intimista, o livro traz textos do blog misturados à fotografias, letras de música e correspondências trocadas pelo casal. Um livro cuja ousadia vai além da tristeza para tocar na força que constitui a natureza humana. Seja em momentos de dor ou na vivência de um amor constituído pelos movimentos delicados do cotidiano:

"Começo pelo fim. Depois da morte do seu pai, meu coração me contou minha própria história, seguindo a ordem do que para ele era mais importante.Escrevi. Movida por uma angústia e por um medo.
A angústia de não poder falar com seu pai nem com você, pois ele tinha acabado de ir e você tinha acabado de chegar. O medo de ver fugirem as palavras que me vinham naquele turbilhão. A angústia de amar um homem e querer que o mundo inteiro também se apaixonasse por ele. O medo de você se perder da sua origem.
Escrevi para não esquecer."

Nenhum comentário: