sexta-feira, 20 de março de 2009

Das coisas como elas estão

Um porta-retratos embrulhado em papel de seda. Uma reunião. Uma caixa com recortes. Um monte de papéis com cores e texturas variadas.

Duas, não, três camisas penduradas na porta do armário - uma jeans, uma xadrez e uma branca com bordados. E uma nota da mãe avisando que tem comida na geladeira.

Um DVD de um filme antigo sobre a cama, uma mensagem no celular, muitas imagens invisíveis, muito a fazer, um tanto de saudade, um outro tanto de inconstâncias diante do futuro. E assim os dias passam com aquele azul que eu vejo da janela.

Foto: Wolney Fernandes

Um comentário:

Felipe Café disse...

E ja tinha dito dito que essa camisa é linda! srsrsrs