segunda-feira, 9 de março de 2009

Felicidades Inventadas

Quero ver todo mundo feliz. Invento felicidades e meu desejo, por consequência, é ser feliz no rastro dessa querência. Escrevo e esboço instantes de felicidade porque no meu mundo parece não haver lugar para a dor...

Parece.

Não sei conviver com dores. Sou fraco!
Vivo de fugacidades para que elas encondam o que realmente dói.
Transformo minhas dores em riso, mas em mim elas continuam a doer.

Muito.

Foto: Wolney Fernandes

Nenhum comentário: