sexta-feira, 12 de junho de 2009

Desabotoar possibilidades

Hoje é dia de celebrar o cotidiano, mesmo com ausências ainda presentes. Olhar as permanências, mesmo com o efêmero que nos ronda. Agradecer pelo encantamento do eterno [re]encontro e desabotoar possibilidades.

Hoje é dia de colocar as cartas mais tolas no correio. Reunir as lembranças numa caixa e embrulhar com laço de fita. Acreditar num futuro com todos os absurdos nele reunidos.
Hoje é dia especial, porque na falta há muito da vida que espera.

Hoje é dia de mergulhos em ardências de castanho-tamarindo para sentir cheiros de azuis-portinari. E assim, espiar através da vidraça a dança gratuita das nuvens que emolduram uma certeza latente: Eu ainda acredito!

Foto da obra "In the Beginning" de Aminah Robinson - Wolney Fernandes

Um comentário:

Naira disse...

"Ausências ainda presentes" - eu nunca pensaria numa antítese tão boa como essa pra falar que de quem já passou mas continua.

http://www.nossasmetodologias.blogspot.com/