sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Sobre violetas escondidas

Desenhar é "presentear" (tornar presentes) diferenças e momentos vividos de ordenação interna-externa; é subverter a ordenação interna-externa; é subverter a ordem; é estar inquieto; é ser "violáceos-violetas" sem máscaras; é ser uma pessoa perturbadora da ordem estabelecida; é construir "outra vida" - uma vida singular; é estar atento às infinitas possibilidades.

Trecho do livro "Por que se esconde a violeta" de Lucimar Bello.
Imagem: "Nu com meias violeta e cabelo preto" - deseho de Egon Schiele

Nenhum comentário: