quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

"Poesia é Voar fora da Asa"


Aos 16 anos, a morte de meu pai definiu irremediavelmente minha entrada na vida adulta. No entanto, só agora, 20 anos depois, ouso dizer [chego a espalhar] que ser adulto também é uma delícia.

Conforme o tempo passa, percebo que vou me libertando da ideia de que crescer é um tormento. A Terra do Nunca, lugar onde o prazer nos isenta de toda e qualquer responsabilidade, é uma ilha. E ilha tem fim quando principia o mar.

"Deus ao mar o perigo e o abismo deu. Mas nele é que se espelha o céu" 
[Fernando Pessoa]

Por um longo período habitei a "Ilha do Nunca" indagando porque a vida havia me impedido de experimentar da própria vida no tempo certo. Enquanto a maioria começava a faculdade aos 18, eu comecei aos 24. Os amigos já sabiam de todas as artimanhas de um namoro enquanto eu ainda ensaiava um jeito de dizer dos meus afetos a quem eles eram destinados. Morar sozinho é (ou era) quase uma lei antes dos 30, eu estou com 37 e até agora divido meu espaço com família...

Mas quem disse que há um tempo certo para experimentar a vida? Ela, em toda sua nuance e beleza, desfiou embaraços e urdiduras para tramar sentimentos de pertencimento e aconchego onde, em mim, só existia intolerância e azedume. Salve o Deus da mudança!

Mesmo assim, preciso admitir: quanto a mim, não estou completamente à vontade nesse mar de perigos e abismos, mas pelo menos não me faltam forças para nadar. E embora eu tenha saído da ilha, vez por outra é preciso tomar fôlego, olhar para a praia e ter certeza de que o que importa é nadar junto com o presente e criar meu próprio olhar para o mundo. Mesmo que esse olhar seja em direções e horizontes jamais vislumbrados por meus olhos.

Hoje, o livre arbítrio da maturidade me autorizou a tatuar um desenho meu em minha própria pele. Um sinal permanente em quem acaba de entender que a única constante da vida é sua impermanência.

Com certeza alguém anunciará: "Mas que falta de coerência!"
Talvez alguém constatará: "Tudo isso por causa de uma simples tatuagem?"

Explico, sem precisar: hoje, no espelho, quem me encarava com um peixe e um pássaro tatuados no ombro me pareceu um completo estranho. E sei que depois desta tatuagem parecerei estranho também para um monte de gente que eu amo. Mas é bom lembrar, para nunca esquecer, que estranhamento é condição para enxergar o céu pelo reflexo do mar.

Título decalcado da poesia de Manoel de Barros
Imagem: Wolney Fernandes

7 comentários:

Narcisos e Medusas disse...

Que lindo, Wolney. Já disse isso, mas gosto de dizer: o seu blog é lindo, tudo é harmonioso, de uma beleza sutil... textos, imagens, assuntos. Adoro passear por aqui :)

Gwavira Gwayá disse...

<3
Em 2012, completo 50 anos. E sinto-me cada vez mais inteira.
Não estou muito certa (nunca estou), mas parece que um dos segredos é amadurecer sem perder o espírito de criança. Isso também pode soar estranho e incoerente...
Lindo texto, Wolney!

Wolney Fernandes disse...

Queridas Alice e Aline, palavras tão doces feito estas que vocês escrevem sobre o texto e o blog só me enchem de alegria e contentamento. Sigamos assim, com uma mão ligada ao amadurecimento e a outra, dada à criança que a gente foi [e ainda é]. Adélia Prado tem uma oração pra isso. Façamos junto essa prece: "Meu Deus, me dá a mão, me dá cinco anos, me cura de ser grande!"
Beijo às duas!

Walderes Brito disse...

Gosto de ver, escritas, até as histórias que conheço de ouvir; parece que a densidade é outra, e as palavras ganham a força que têm ou merecem... Me identifico plenamente com o prazer de acolher a vida como ela se apresenta e de "cagar" para as pretensas coerências (acaso somos redação de vestibular?!!!). Adorei o texto e a tatuagem.

Gardene Leão disse...

Lindo, Wolney! Me emocionei com o texto e a tatuagem é a mais linda que já vi... Já estou sentindo saudades de te ver todo dia...

Camila Pereira M. disse...

"o tempo é o maior tesouro de que um homem pode dispor" - raduan nassar

Heve Prestes disse...

Boa tarde, depois de algum tempo da tua postagem, hoje esta chegou até mim... como uma garrafa com um bilhetinho dentro....trazendo harmonia sutil aos meus pensamentos... tua citação para com o Mestre pessoa alçou meu timão, e sei por onde e para onde migrar com o meu coração!!!! Grata por manter este cantinho tão especial!!!!