sábado, 16 de fevereiro de 2013

Coleção de Instantes


Na fila do banco, no ponto de ônibus ou em subidas e descidas de elevador, diariamente sou testemunha da vida que acontece ao meu redor. Soltos pelo acaso, alguns pedacinhos do movimento que a vida faz, colocam sorrisos em meus olhos e provocam inquietudes sem que eu saiba bem o porquê.

Foi por isso que comecei a registrar esses fragmentos de realidades, entendendo que são eles que bordam meu tecido cotidiano com complexidade e beleza. Por eles, a vida - mesmo descabida - parece caber em todo canto.

Comecei registrando um abraço ali, um descuido acolá e quando dei por mim, tinha um monte de instantes colecionados por aí. Numa espécie de epifania, resolvi reunir todos eles em um blog novo que pode ser acessado aqui. Pelas vias da simplicidade, minha Coleção de Instantes passa a ser um canto onde posso guardar sorrisos, conversas, olhares, encontros e sentidos.

Imagem: Wolney Fernandes

2 comentários:

Nina disse...

Mas como é bonita essa coleção, gosto muito desses instantes precisos, que não podemos deixar escapar, precisamos fragmentar. A escrita provém disso.
Abraços.

oestrambolico disse...

Eu estava navegando por aí e achei teu blog por acaso. E foi um acaso muito bem-vindo porque tudo aqui é muito bom de ler, ver, ouvir. Parabéns e um abraço! Cláudio