sábado, 9 de agosto de 2008

Eu, etiqueta

"Com que inocência demito-me de ser
Eu que antes era e me sabia
Tão diverso de outros, tão mim mesmo,
Ser pensante sentinte e solitário
Com outros seres diversos e conscientes
De sua humana, invencível condição.
Agora sou anúncio
Ora vulgar ora bizarro."

Carlos Drummond de Andrade

10 de julho de 2008
Imagem: Wolney Fernandes

Nenhum comentário: