sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Novas Dimensões

Duro mesmo é ter coragem para mergulhar no vazio, deixar que o vento bata na cara e saborear o momento sem saber, ou se importar, com o que nos espera a seguir. Estamos sempre ponderando, esperando e nos equilibrando em um fio de moralidades.

O gosto de um momento especial, raro e doce não vale a pena repetir, sob pena de fazer com que ele se dilua nas águas do ordinário. Porque algumas coisas simplesmente não se repetem. Algumas sensações são únicas, intensas e doces, e assim, embrulhadas pelo melhor tipo de saudade que existe, devem ser lembradas - e celebradas.

Quero abrir um compartimento para essas sensações, registrá-las e, dia após dia, ir concedendo a elas outras cores e dimensões.

10 de Maio de 2008
Imagem: Wolney Fernandes

Nenhum comentário: