quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Livro da minha infância

Ganhar presente que a gente deseja há tempos é tão bom quanto sorvete de casquinha em dias de sol forte. Desta vez foi uma edição velhinha (do jeito que eu gosto) da Bolsa Amarela. A cada página folheada sinto o gostinho bom dos meus 9 anos. O curioso é que naquela época eu queria muito ser adulto e agora, sendo adulto, minha vontade é reviver aquelas sensações de criança. Vai entender...

Foto: Wolney Fernandes

Nenhum comentário: