quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Meus "hegemônicos" prediletos

Tudo bem, eu confesso: não é de hoje que já estou cansado da linear e hierárquica História da Arte com "a" maiúsculo. Chega a ser irritante ver aqueles livros dos "Grandes Mestres da Arte", da "História da Arte Universal", dos "1001 Maiores Artistas" e tantos outros "Melhores do Mundo" por aí!

As compilações apresentam sempre a mesma formatação: artistas homens e, em sua grande maioria, europeuszzzzz... Mas dentro do balaio das artes visuais tenho meus hegemônicos prediletos. Aqueles que meus olhos não cansam de tatear e [re]conhecer. Em pedaços de imagens nuas e singulares, dão-se a saber:








Nenhum comentário: