terça-feira, 1 de março de 2011

Sobre coleções, capas de discos e latas de leite Ninho























Minha coleção de tampinhas de garrafa eu guardava na lata de leite Ninho. Todas elas vinham com imagens dos SuperAmigos. Bastava retirar aquela rodelinha de plástico [que não existe mais] do fundo da tampinha para transformá-la em item de colecionador.

As figurinhas do Ping Pong Pantanal eram recortadas com precisão para fazer caber 12 em uma folha de papel sulfite colorido. Depois de coladas, o destino dado a elas era a pasta-catálogo em uma sofisticação que nenhuma lata de leite poderá alcançar um dia.

Na parede ao lado da cama, cuidadosamente organizados e fixados com percevejos, saquinhos plásticos exibiam meus gibis favoritos. Em convivências harmoniosas, Homem-Aranha, Chico Bento, Recruta Zero e Tio Patinhas dividiam o mesmo espaço no grande mural.

As fitas K7 continham músicas do rádio em gravações escolhidas a dedo [e muita paciência]. Ao lado delas ficavam as fitas VHS com capas fabricadas manualmente usando recortes de revistas de cinema. O que faltava era completado com letras riscadas e lapidadas pelo designer gráfico que já morava em mim sem que eu o soubesse.

Nacionais, Internacionais, Trilhas Sonoras e Clássicas são as categorias que regem a organização do meu acervo de músicas em MP3. Dentro de cada uma destas categorias há outros detalhamentos que facilitem a rápida localização da canção desejada com o mínimo de tempo possível. O toque final vem com a inserção das capas dos discos garimpadas pela internet em sessões de pura arte e meditação.

Imagem: Cena do filme "Uma Vida Iluminada". Olhei aqui.

2 comentários:

DESENHO OBSERVAÇÃO EXPRESSÃO FAV UFG disse...

Olá Wolney...quero para minha coleção se filmes assistidos ver este que me parece muito bacana "Uma Vida Iluminada".
Aonde encontrar aqui em goiania? Ou voce tem uma copia para emprestar....

Por falar em filmes e dessas coleções em filmes, voc~e me fez lembrar de dois, um do Greenaway, muito bacana em imagens e muito louco em roteiro...coleciona maletas de coisas estranhas (tenho aqui).
ahh..o outro esqueci ...rsss, mas acho que é "Tempo de guerra" do Godard, que o cara sai colecionando todas as coisas em suas viagens pelo mundo...

Ah..como eu gostava de colecionar as figurinhas dos craques do times de futebol para bater "bafo" entre os amigos da rua.

grande abraço...

Gwavira Gwayá disse...

As coleções falam tanto de seus colecionadores, de seus afetos, de memórias as mais caras! Eu fazia as capas das minhas fitas K7, com desenhos, colagens, pinturas... e quem morava em mim nem era um designer, mas uma anarquista :P