segunda-feira, 4 de abril de 2011

Poço de desassossego

Sempre que chega o outono, olho para o Wolney que ainda espera o diferente. Do poço do desassossego nenhuma conquista o satisfaz, nenhuma felicidade o acalma.

Foto de Elinor Carucci

Um comentário:

profalice2fm disse...

talvez se eu dissesse "ainda bem", parecesse cruel; mas eu tenho quase certeza de que o conforto é sempre o pior inimigo, aquele que nos mata por dentro...