quarta-feira, 25 de julho de 2012

Diário de um Coração Vazio - Último Dia


Ficam para trás a dura poesia concreta de tuas esquinas, a deselegância discreta de seu silêncio. Nada de leveza, nada de amor sincero, nada do azul que circunda um bocado de beleza. Neste último dia, só há os cacos de um coração vazio e ateu.

É assim que deve ser, e assim será. 

Definitivamente.



Imagem: Wolney Fernandes

Nenhum comentário: